Cronograma Capilar

Se você é ligada em notícias sobre beleza ou gosta de estar sempre em dia com o seu cabelo, então com certeza você alguma vez já ouviu falar em Cronograma Capilar.

Apesar de ter um nome bem fácil para deduzir sobre o que se trata, em alguns momentos sempre surgem dúvidas sobre o que é, e principalmente, como fazer.

No dia a dia nós, mulheres, temos o costume de nos render muito facilmente a chapinhas, secadores, procedimentos químicos e por aí a estrada é longa.

E como se nós já não perdêssemos os nutrientes do cabelo naturalmente (como pela exposição ao sol, uso de água com cloro e afins), o uso desses queridinhos só traz mais agressão ainda aos nossos fios, deixando-os com uma aparência seca e sem vida.

Por mais que tentemos evitar, é praticamente impossível repor diariamente a hidratação que o cabelo vai perdendo conforme o passar do dia por conta dessas ações.

 

E é aí que surge o cronograma capilar, justamente como uma proposta para você reconstruir a vida dos seus fios de acordo com o que está em falta. Então ele é basicamente uma tabela onde você anota quando hidratar, reconstruir e repor os nutrientes necessários para os seus cabelos.

Claro que existem diversos tipos de cabelo e cada um possui sua particularidade, por isso você cria a sua tabela e adapta da forma como se encaixar melhor aos seus fios.

Algo muito legal sobre o cronograma capilar é que ele pode ser feito em qualquer tipo de cabelo, não somente para hidratar os crespos e cacheados. Sem falar que não é necessário você gastar uma fortuna com produtos, é só você adaptar o que for fazer com os ingredientes que você já tem em casa.

Hidratar o fios é sempre bom, afinal de contas, todos os cabelos precisam ser hidratados. Mas às vezes pensamos só em hidratação e acabamos não chegando aonde o nosso cabelo de fato precisa.

Que tal saber se o cronograma pode ser útil para você? Dá uma conferida nas informações que vou deixar aqui embaixo!

Como iniciar o tratamento

cronograma capilar

A necessidade pelo cronograma capilar inicia quando o cabelo começa a precisar de maiores cuidados, mas é claro que você não precisa estar com o cabelo quebrado para fazer isso.

Afinal de contas, cuidado nunca é pouco.

Mas antes de iniciar o tratamento, é sempre bom ressaltar umas coisinhas como as quais vou falar aqui.

Como eu já disse, antes qualquer coisa, é necessário saber do que o seu cabelo precisa. Não adianta exagerar em uma coisa e deixar em falta outra (que pode ser exatamente aquela que o seu cabelo sente necessidade), comprar diversos produtos que podem não adiantar de nada.

Existem muitos tipos de jeito para descobrir o que seu cabelo precisa, mas um jeito bem legal de fazer isso é por testes como o abaixo:

Existem muitos cronogramas já prontos na internet para você fazer o uso, alguns (como o oficial) bem indicados para tratamentos iniciais.

Com o cabelo já cuidado nos 3 aspectos de reconstrução, nutrição e hidratação fica bem mais fácil de manter e depois tomar conta da sua necessidade em especial (essa que você descobriu no teste).

Esse cronograma é o oficial que eu falei para vocês. Como eu já expliquei, ele é indicado para iniciantes pelo fato dele cuidar primeiramente dos três aspectos livres, facilitando para você deixar as coisas por sua conta depois e criar algo mais personalizado e próprio.

Mas ainda assim, mesmo com seu cronograma próprio, é ótimo que você faça cada um desses 3 procedimentos  pelo menos uma vez na semana.

O indicado é que você faça o tratamento três vezes na semana, intercalando, e nos outros dias lave o cabelo de forma cotidiana, com shampoo e condicionador.

O cronograma tende a durar um mês, mas pode ter continuidade conforme você sentir a necessidade nos seus fios. Segundo os cabeleireiros, o ideal é que o procedimento dure em média até três meses.

Para que o tratamento dê resultado, você precisará de muita garra e disciplina. E respeitar o intervalo de tempo de 48 horas entre os procedimentos.

Mas o que não se faz por um cabelo encantador, né?! haha

Vamos a algumas dicas:

  • Cabelos sem brilho, armados, embaraçados, ressacados: sem dúvida eles precisam de hidratação.
  • Cabelos com frizz, desalinhados e porosos: é provável que precisem de hidratação ou nutrição.
  • Cabelos muito finos, com pontas duplas e quebradiços: precisam com quase toda certeza de reconstrução.

Se você quiser saber melhor o que cada procedimento faz e a forma como ele age nos fios, é só seguir a matéria. Vamos lá?!

Hidratação

A hidratação é o primeiro passo para começar a recuperar a saúde dos seus fios.

Durante o dia, o cabelo vai perdendo água de forma natural, isso nas vezes em que não tem ajuda de chapinhas e secadores.

Independe do seu tipo de cabelo, a hidratação é necessária para ir recuperando a maciez e o brilho dos fios.

Você pode escolher fazer seu cronograma como você bem entender, mas o indicado é que você faça uma hidratação no cabelo pelo menos uma vez por semana.

Mas é aquele velho ditado “tudo que é demais…”. A hidratação é sim uma forma de cuidar dos fios, mas também pode ser um inimigo bem feio se usado demais. O excesso de cremes no couro cabeludo pode causar oleosidade e escamação nos fios.

Aqui abaixo você pode ver alguns dos cremes indicados para o processo:

1- Hidratação Intensiva Acquaflora, 2- Wella ProSeries Hydration, 3- TRESemmé Hidratação Profunda, 4- Pantene Hidratação Intensiva.

Nutrição
Essa segunda etapa do tratamento é feita para repor os lipídios do cabelo e, basicamente, trazer de volta a oleosidade natural dos fios, diminuindo aquela opacidade e o ressecado.

Para as mulheres com cabelos cacheados e crespos, a nutrição é um processo super importante, por conta do grande ressecamento dos cachos. Pode ajudar até mesmo a definir melhor os cachos.

A nutrição traz um peso e brilho maior para os cabelos, mas seu uso em excesso pode ter a reação totalmente oposta, deixando os cabelos pesados e com aquela sensação de ensebados.

Alguns produtos para a realização do processo:

1- Banho de Creme Bio Extratus, 2- Dream Cream Lola Cosmetics, 3- Bonacure Oil Miracle Schwarzkopf, 4- Mythic Oil L’óreal, 5- Elixir Ultime Kérastase

Reconstrução

A reconstrução é o terceiro e último processo do cronograma capilar.

É a parte do cronograma em que o cabelo ganha maior massa e proteína nos fios, dando maior força e rigidez aos fios.

A principal proteína do cabelo é a queratina, por isso é sempre recomendável uma recarga a cada mês para que os cabelos possam permanecer fortes.

Então se os seus fios estão quebrados e acumulando muita água, esse é ideal para você.

Mas assim como os outros dois, se usado em excesso também pode deixar os fios rígidos demais, deixando-os prontos para se degradar com o excesso de proteínas.

O ideal é repetir o processo a cada 15 dias, e nenhum dia a menos que isso, se não os fios em vez de hidratados ficarão duros demais.

E uma dica, é escolher entre a queratina ou o creme reconstrutor. Isso porque se os dois forem misturados e colocados juntos, provavelmente resultará nesse excesso de proteínas do qual falei.

Abaixo alguns cremes de reconstrução:

Não existe regra para os tratamentos, mas o ideal é você começar com o procedimento oficial e depois ir avaliando a forma como seu cabelo reage e a melhor maneira de continuar.

Mas não importa o quanto você queira um cabelo maravilhoso, é preciso respeitá-lo. Respeite os procedimentos, o tempo para cada um e a forma como seus fios irão lidar.

É um procedimento feito para ajudar a reconstruir o cabelo, mas cada cabelo é único e exclusivo.

Que tal testar e depois vir aqui contar para a gente? Vamos adorar saber da sua experiência!

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *