Como acabar com o mau hálito

Hoje vamos falar sobre um assunto que incomoda muitas pessoas, o mau hálito.

Primeiramente, o mau hálito crônico, chamado de Halitose, não se enquadra como doença, é um sinal ou sintoma de que alguma coisa em seu organismo não está em dia, um alerta de que alguma coisa está em desiquilíbrio.

Por esse motivo, é de extrema importância, que você procure um profissional da saúde, e investigue, faça um tratamento adequado.

Nos casos de Halitose, existem duas formas que podem ser causadoras:

  • Origem bucal: responsável por quase 90% dos casos de halitose, se enquadram aqui, doenças bucais, tais como gengivite, periodontite, carie, entre outros.
  • Origem extra-bucal: doenças que vem de dentro do organismo, o jejum também se enquadra nesse fator de risco, assim como alterações renais, hepáticas e intestinais.

Paralelo a isso, temos os casos isolados e temporários de mau hálito, onde não é crônico, por exemplo, ao acordar, todos temos um hálito desagradável, o que após o desjejum e a higienização, volta ao normal.

Outro caso bem comum de mau hálito, sãos os alimentos fortes, vamos citar a cebola como exemplo, devido a sua acidez, ela deixa um cheiro forte em sua boca, mas que com uma higiene bem feita, o problema estará resolvido.

Em um contexto geral, quem sofre desse problema, acaba se privando de muitas coisas, e o mau hálito é um problema muito fácil de resolver.

Ás vezes a pessoa não consegue sentir que está exalando esse cheiro, o que acaba sendo uma situação constrangedora para quem tem contato com a mesma.

O ideal é que tenha alguém que possa informa-lá do que está acontecendo, com muito cuidado e com muita delicadeza, ter uma conversa aberta e franca.

O que é uma tarefa muito difícil, ainda mais hoje em dia, em tempos de bullying temos que tomar muito cuidado ao nos expressar.

Mas se faz necessário manter a pessoa ciente, pois afeta na vida pessoal, profissional e social.

Se você precisa atender à um cliente em seu trabalho, você precisa estar bem apresentável, e não estamos falando apenas de aparência, você precisará falar, argumentar, e para isso precisa estar com seu hálito, ao menos, agradável.

Eu já passei por situações em ter que falar com alguém, e não conseguir porque a pessoa estava com um hálito horrível, você fica constrangido, e no meu caso, eu acho que a pessoa não fazia a mínima ideia de que sofria desse problema.

Como eu não tinha intimidade, me afastei, disfarçava um pouco olhando para os lados, e esperei a conversa cessar (confesso que fiz o possível para que isso acontecesse muito rápido).

Quando finalmente acabou, a primeira coisa que eu fiz, foi sentir o meu hálito, e perguntar para uma pessoa mais íntima se eu estava com “bafo” ou não.

Para meu alívio, a resposta foi não, meu hálito estava agradável.

Vale lembrar que o mau hálito nem sempre está relacionado à má higiene, como citamos acima, existem vários fatores que podem contribuir para que isso ocorra.

Pensando naqueles que sofrem com mau hálito e também com quem convive diariamente com elas, nós separamos algumas dicas para acabar de vez com esse problema.

  • Primeira coisa a se fazer, consulte seu dentista regularmente, mesmo que você não sofra desse problema, manter sua higiene bucal em dia, só tratá benefícios para você. E esse é o profissional que irá lhe ajudar a manter seus dentes e boca sempre perfeitos.
  • Escovar seus dentes diariamente, no mínimo três vezes ao dia, faça uso de fio dental, não esqueça de escovar sua língua também.
  • O uso dos antissépticos bucal não resolve o mau hálito, mas por curto prazo, aliviam o problema, você deve usá-lo três vezes ao dia.
  • Beba muita água, em torno de 02 litros por dia, assim sua mucosa estará hidratada e seu hálito puro.
  • Mantenha uma alimentação saudável, e faça suas refeições com um prazo de tempo menor entre uma e outra.
  • Evite hábitos como fumar, e ingerir bebidas alcoólicas.

Hoje, o mercado nos oferece inúmeros produtos que ajudam a reduzir e combater o mau hálito, e você os encontra facilmente em drogarias, e até supermercados.

Mas também temos a nossa disposição, as dicas da Vovó, isso mesmo, algumas receitas caseiras que prometem contribuir para o fim desse pesadelo.

Vamos ver algumas dessas dicas?

  • Cravo da Índia:

Você vai precisar de 1/2 copo de água, e 05 unidades de Cravo da Índia.

Coloque os ingredientes para ferver, em seguida, coe.

Use como enxaguante bucal após a escovação.

Outra dica, é mastigar o próprio Cravo da Índia, e depois enxaguar com água.

  • Salsinha:

Mastigue algumas folhinhas de salsa fresca, logo após enxague com água.

  • Própolis:

Você vai precisar de 01 copo de água morna, e própolis em gotas.

Adiciona 20 gotinhas de própolis ao copo de água morna.

Faça gargarejos, de duas à quatro vezes ao dia.

  • Eucalipto:

Você vai precisar de 1/2 xícara de água e 1/2 colher de sopa de folha de eucalipto picado.

Ferva a água.

Coloque as folhas em uma caneca e depois adicione a água fervida.

Coe e depois de esfriar use como enxaguante bucal.

  • Chá de Guaçatonga:

Você vai precisar de 150 ml de água e duas colheres de chá de folha do chá de guaçatonga.

Ferva a água e despeja sobre as folhas, deixe em infusão por alguns minutos e coe.

Beba uma xícara do chá de três a quatro vezes ao dia.

  • Artemísia:

Você vai precisar de 01 litro de água e uma colher de sopa de folhas seca de artemísia.

Ferva a água, acrescente as folhas secas de artemísia, coe e deixe esfriar.

Beba três xícaras ao dia.

  • Chá Verde:

Basta fazer o chá e beber de duas a três vezes ao dia.

  • Gengibre:

Você pode usá-lo puro, é só mastigar um pedacinho de gengibre, e após, enxaguar com água.

  • Receita de antisséptico natural e caseiro:

Você vai precisar de:

– 01 colher de chá de extrato de Hamamélis.

– 1/2 colher de chá de glicerina vegetal.

– 03 gotas de óleo essencial de hortelã.

Coloque todos os ingredientes em um recipiente com tampa, misture-os bem.

Use como antisséptico sempre que fazer a escovação dos seus dentes.

 

Então pessoal, essas são as nossas dicas para ajudar aqueles que sofrem desse problema.

Espero que tenha sido de grande ajuda para aqueles que sofrem com o mau hálito, ou que conhecem alguém que tenha esse problema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *