Como acabar com a celulite!

Mulheres, o assunto desse post é para nós!

Porque nele vamos falar sobre o sonho de toda e qualquer pessoa que viva nesse lindo mundo e que sofra com celulite.

Iremos abordar o tema: como acabar com a celulite.

Minha opinião mais leiga e objetiva nesse exato momento é:

Querido criador do mundo, deleta e faz tudo de novo, só que dessa vez, elimina da existência humana, da face da Terra, esses furinhos que tanto atormentam nossa vida!

Se você está lendo isso e não se imagina com essa vontade, por favor, me ensine como que faz.

Porque, se tem uma coisa que me incomoda demais, é colocar uma roupa e ao me olhar no espelho, ver elas, ali, sorrindo pra mim, e dizendo: não adianta tentar me esconder viu, eu estou aqui!?!?

Pois é, elas falam comigo, e isso é terrível, é um pesadelo diário.

Mas, minhas queridas amigas, para tudo nessa vida tem um jeito, tem uma explicação, tem um motivo, e é claro que para nossas amigas mais que companheiras, nossas fiéis escudeiras celulites não seria diferente.

Portanto, hoje, nós vamos conhecê-las mais a fundo, saber porque elas nos amam tanto, e começar o processo de “desapego” delas com nós, até chegarmos no objetivo principal: eliminá-las de nossa vida.

O QUE É CELULITE?

Seu nome verdadeiro é LIPODISTROFIA GINOIDE, e ela é nada mais nada menos que um acúmulo de gordura, água e toxinas nas nossas células, que como consequência tem essa irregularidade na pele de cima, expondo esse furinhos que tanto amamos.

Seu aspecto é ondulado, comparado a casca de laranja, e normalmente ela está na região glútea, quadris e coxas, com alguns casos nas mamas, braços, região abdominal e nuca.

Celulite não é doença, apenas causa um desconforto em nós mulheres, por uma questão estética, e nós somos maioria nos casos.

Nos homens ela não é tão comum, embora existam casos isolados, principalmente ligado a distúrbios hormonais.

SUAS CAUSAS E FATORES DE RISCO

Esse é um assunto que gera muita discussão entre os especialistas, tendo inúmeras divergências no que diz respeito a causa da celulite.

Enquanto alguns defendem que é uma questão genética, não tendo nenhuma relação com má circulação sanguínea, sistema linfático entupidos e sedentarismo, outros defendem que sim, que excesso de hormônio feminino e sedentarismo estão entre as causas da celulite, e dizem ainda (baseados em estudos) que existe uma ligação entre má circulação venosa e celulite.

Existem alguns fatores que contribuem para o aparecimento das celulites: o sedentarismo, estresse, excesso de peso, cigarro, consumo de bebidas alcoólicas, baixa ingestão de líquidos.

Além da alimentação, onde alguns alimentos também atuam como fatores de risco: consumo de leite animal assim como os seus derivados (queijo, manteiga, iogurte) assim como o glúten, embutidos, linguiças, biscoitos.

Não associe o fato de você ter celulite, com o excesso de peso, muitas pessoas são magras e convivem com elas, como já falamos, existe muita discordância entre as causas.

GRAU EVOLUTIVO

Para se iniciar um tratamento, não basta apenas ter celulite, primeiro temos que conhecer o nosso corpo e saber em qual estágio nos encontramos.

O segundo passo é sempre procurar ajuda de um profissional, no caso, um dermatologista, onde dependendo do caso, o mesmo pode encaminhar para tratamento paralelo com cardiovascular.

Conheça as quatro fases de evolução da celulite no nosso corpo, uma escala elaborada pelos profissionais dermatologistas:

Grau 1

A celulite quando está no grau 1, não é vista, se faz necessário apertar a pele para que ela apareça.

Nesse grau os vasos estão sucessíveis a inflamações, e é onde as toxinas começam a se acumular.

 

Grau 2

A celulite no grau 2 já pode ser vista na pele, sem a necessidade de compressão.

O sistema linfático já está mais comprometido, e se você apertar a pele, notará que ela ficará amarelada, isso se dá pelo acúmulo de líquidos.

 

 

Grau 3

A celulite no grau 3, está totalmente visível na pele, onde se formam pequenos gomos, salientando o aspecto “casca de laranja” e  podendo aparecer pequenas varizes.

Nesse estágio, a pele já começa a dar sinais de desidratação, a circulação já  começa a ficar comprometida.

 

Grau 4

Além das características do grau 3, quando atingido o grau 4, percebe-se nódulos palpáveis, visíveis e dolorosos, com grandes ondulações na superfície da pele.

A circulação já encontra-se extremamente comprometida, tendo como consequência dor e inchaço nos membros inferiores.

Existe uma outra forma de classificação de gravidade da celulite conhecido internacionalmente, chamado Cellulite Severity Scale, elaborado pelas dermatologistas Drª. Doris e Camile Hexsel e Drª Taciana Dal Forno. Muitos profissionais a consideram mais objetiva.

Primeiramente, avalia-se as principais características da celulite:

A – Número e profundidade de depressões.

B – Aspecto das áreas elevadas da celulite.

C – Presença de lesões elevadas.

D – Presença de flacidez.

E – Graus da antiga classificação.

Cada um dos itens recebe uma pontuação que vai do 0 ao 3, e a soma total deles pode chegar a 15 pontos, chegando a seguinte conclusão:

–  01 a 05 pontos na soma total: celulite leve.

–  06 a 10 pontos na soma total: celulite moderada.

–  11 a 15 pontos na soma total: celulite grave.

TRATAMENTOS

Após você ter descoberto o grau de evolução, é hora de partir para os tratamentos, onde um profissional irá elaborá-lo de acordo com o seu nível de celulite, seu tipo de pele, considerando a presença de flacidez e gordura localizada, assim como seu histórico até o momento.

Lembrando sempre que, deve se aliar ao tratamento uma dieta saudável e exercícios físicos, para melhor eficácia.

Vejamos alguns tratamentos disponíveis em clínicas e elaborados por profissionais, onde o mesmo faz o acompanhamento durante as sessões:

Drenagem linfática Manual: a drenagem linfática (nesse caso com a técnica manual)  irá restabelecer a circulação da linfa e produzir a eliminação de dejetos líquidos e toxinas.

Carboxiterapia: nessa técnica, injeta-se gás carbônico medicinal, tendo como objetivo o rompimento das traves fibróticas, além da queima de gordura e melhora da oxigenação local.

Intradermoterapia: nessa técnica, aplica-se nas regiões afetadas, substâncias vasodilatadoras e enzimas em gotas, para melhor função de circulação sanguínea e linfática.

Endermoterapia: essa técnica é realizada com o uso de um aparelho motorizado tendo dois rolos ajustáveis e uma sucção controlada, a circulação do sangue é aumentada e melhorada, ao mesmo tempo ajuda na eliminação de toxinas e líquidos.

Subcisão: essa técnica é cirúrgica, aplicada para descolamento das traves de fibrose da celulite e  também auxilia nas depressões fixas e mais profundas.

Ultrassom: utiliza-se essa técnica porque as ondas de ultrassom tem ação anti-inflamatória e podem romper as paredes das células gordurosas.

TRATAMENTOS CASEIROS

Outra opção para a eliminação das celulites (ainda mais se você não está podendo investir muito dinheiro) são os tratamentos caseiros.

Sabemos que o custo dos tratamentos estéticos e de pele, não são lá muito acessíveis, embora todos valham muito a pena, e sejam muito bem elaborados.

Por isso, iremos apresentar os tratamentos caseiros, onde o custo será menor, porém o resultado um pouco mais demorado.

Mas, é extremamente importante que você deixe seu médico ciente do tratamento alternativo, e que você saiba identificar o seu grau de evolução.

Lembrando sempre que, você precisa esfoliar a pele antes de começar os procedimentos.

Outro fator importantíssimo, aliar exercícios físicos e uma boa alimentação ao seu tratamento, se você conseguir fazê-los, o resultado será mais rápido e eficaz.

Como eliminar a celulite com argila verde

Sim, mais uma vez a queridinha do momento, a argila verde.

Já falamos sobre os benefícios dela aqui no site, e na eliminação da celulite, ela atua principalmente pela sua ação anti-inflamatória e seu poder de absorção.

Antes de começar o procedimento, faça uma esfoliação na área afetada.

Você vai precisar de:

– água morna.

– argila verde em pó.

Misture os ingredientes, até formar um creme homogêneo, aplique na região afetada deixando agir por até 30 minutos ou até que a argila esteja seca.

Retire o produto com água morna.

Como eliminar a celulite com casca de laranja e aveia

Ironia ou não, iremos eliminar o aspecto “casca de laranja” com ele mesmo!

Tudo porque a casca da laranja possui ações antioxidantes, que contribuem para a eliminação das toxinas da corrente sanguínea, com isso, melhorando a circulação.

Já a  Aveia contém uma substância chamada silício, que reduz a absorção de açúcar no sangue e aumenta os níveis de colágeno, dando firmeza a pele.

Lembrando que: antes de começar o procedimento, faça uma esfoliação na área afetada.

Você vai precisar de:

– Iogurte natural.

– 02 colheres de sopa de aveia moída.

– 01 colher de sopa da casca de laranja (moída ou triturada).

Misture todos os ingredientes até formar um creme homogêneo, aplique na região afetada, deixando agir por até 15 minutos.

Retire o produto com água fria.

Como eliminar a celulite com vinagre de maçã

E mais uma vez o vinagre de maçã aparece nos tratamento caseiros, sua composição nutricional faz com que reduza a aparição da celulite, combatendo a gordura gerada pelos hormônios estrogênio e progesterona, grandes causadores da gordura que desencadeia a celulite.

Você vai precisar de:

– Mel.

– 02 colheres de sopa de Vinagre de maçã.

– 240 ml de água mineral ou filtrada.

Misture os líquidos em um copo, e adoce com o mel, beba todos os dias, pela parte da manhã.

Como eliminar a celulite com azeite de oliva e alecrim

Mas é para eliminar celulite ou para temperar algo? Estranho né, mas o azeite de oliva é um excelente aliado, justamente por seu poder de hidratação.

Você vai precisar de:

– 1/5 litro de azeite de oliva extra virgem.

– 05 colheres de sopa de alecrim fresco.

– 01 recipiente para armazenamento, de vidro e com tampa.

Coloque o alecrim no recipiente, e cubra com o azeite de oliva, feche bem e reserve por uma semana.

Após o tempo indicado, use diariamente após o banho, massageando com movimentos circulares a região afetada, retirando apenas o excesso com uma toalha ou pano.

Como eliminar a celulite com azeite de oliva e borra de café

Sabemos do poder de hidratação do azeite, mas a novidade aqui é a cafeína, ela é eficaz devido ao seus poderes lipolíticos, que é a decomposição química da gordura no organismo, além de seu poder de ativar a circulação sanguínea.

Você vai precisar de:

– 01 colher de sopa de borra de café.

– 02 colheres de sopa de azeite de oliva extra virgem.

– 01 recipiente pequeno.

Misture os dois ingredientes no recipiente, até que se forme uma pasta, aplique na região afetada fazendo massagens com movimentos circulares, e em seguida, envolva um filme plástico, deixe agir por aproximadamente 10 minutos. Enxague com água abundante.

Portanto, a celulite não é o fim do mundo gente, existem coisas muito piores…

É só se doar um pouco, mudar de hábitos e começar um tratamento, sempre procurando ajuda de um profissional da área.

Com essas dicas, logo logo você terá uma pele lisinha, livre de ondulações.

Até mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *