Como Acabar Com as Espinhas

como acabar com as espinhas

Quem nunca quis acabar com as espinhas e ter uma pele limpinha?! Ou então tinha aquela festa para ir e quando menos esperava apareceu aquela coisinha vermelha para deixar tudo menos perfeito?!

A acne é um causador de estresse em pessoas de todas as idades, homens, mulheres, e ainda que não seja um grande problema para a saúde causa muita insegurança quanto a estética. Além de deixar a parte afetada do rosto com inchaço e vermelhidão, as espinhas também podem deixar muitas cicatrizes mesmo depois de irem embora.

Como acabar com as espinhas do rosto? Quais os melhores tratamentos para acne? Receita caseira para espinha funciona mesmo? Essas são perguntas sobre as quais todos nós em algum momento já nos questionamos e até mesmo já nos pegamos pesquisando.

Entretanto, ainda existem muitos mitos sobre o assunto e muitos tratamentos caseiros que são falhos circulam pela internet. Um deles é o próprio e clássico tratamento da pasta de dente, que depois de muita angústia – e ardência – no rosto posso garantir ser totalmente falho.

Vamos falar um pouco sobre as famosas receitas caseiras que a grande maioria de nós conhecemos ou ao menos já ouvimos falar, mas que na verdade não são nada mais que uma perca de tempo e um incrível – e inútil – mito.

5 Métodos caseiros para remover espinhas que NÃO funcionam

maneiras caseiras de eliminar a acne1- Pasta de dente nas espinhas 

Como já dito anteriormente, por experiência própria posso dizer que não passa de nada além de um mito.

Em muitos sites encontramos recomendações para aplicar o creme dental nas espinhas antes de dormir, à noite, e deixá-lo agir durante esse tempo.

Apesar do creme dental desidratar as lesões das espinhas, o flúor nele contido além de poder causar ainda mais espinhas e deixar o local onde foi aplicado ainda mais inchado e vermelho.

Sem falar que ninguém merece dormir com o rosto ardendo, né?!

2- Lavar o rosto várias vezes

Uma das maiores indicações para diminuir a oleosidade e a possibilidade de ter espinhas é lavar o rosto diariamente. O indicado é que você lave o rosto NO MÁXIMO duas vezes por dia.

Mas como dizem, tudo que é demais faz mal.

Muitos especialistas já afirmaram que lavar o rosto demais durante o dia pode causar o oposto do efeito desejado. Em vez de remover a oleosidade da pele, lavar em excesso o rosto só irá fazer com que as glândulas a produzam ainda mais, ocasionando então o surgimento de mais espinhas.

3- Espremer as espinhas

O inevitável erro que todos nós já cometemos pelo menos uma vez na vida: a famosa arte de espremer as espinhas.

Enquanto apertávamos as espinhas e tínhamos a sensação de estar removendo-a mais rapidamente, só estávamos, na verdade, dando um maior tempo de vida útil para ela.

Espremer as espinhas, além de poder causar manchas e cicatrizes na pele, só ajuda a espalhar ainda mais a bactéria. Enquanto você aperta a espinha, seu dedo e o resto de seu rosto também ficam contaminados, levando a bactéria dessa espinha para outros locais do rosto. Além de, claro, poder piorar ainda mais o inchado da espinha.

4- Gelo

Quem nunca colocou um gelinho depois de dar aquela espremidinha na espinha pra diminuir a dor ou o vermelho que ficou?!

Pois é, mas parece que esse truquezinho pode gerar um belo problema. Apesar do gelo reduzir sim um pouco da inflamação e consequentemente diminuir o inchaço na região, dependendo do tipo de pele também pode queimar.

O mais recomendado para peles sensíveis é não usar esse truque, pois pode causar queimaduras na pele por conta da dilatação dos vasos sanguíneos causado pelo gelo.

5- Pomadas contra assaduras

É comprovado que algumas pomadas para assaduras podem realmente ser eficazes na hora de reduzir a oleosidade mas também há muitos riscos em escolher alguma por conta própria.

O ideal é que só sejam usadas com recomendação médica, pois mesmo que os efeitos não sejam sentidos a oleosidade da pele pode aumentar sem você nem perceber. Normalmente a pele tende a dar algum sinal de irritação, mas pode acontecer de somente aumentar a oleosidade, o que não costuma chamar muito a atenção.

Por isso, pode ser um método considerado um método relativamente falho, dependendo muito do tipo de pele e produto usado.

5 Tratamentos eficazes para espinhas

Diferentemente dos produtos e das receitas caseiras citadas acima, também existem aquelas que em sua maioria tendem a dar certo.

Veja abaixo algumas das receitas mais indicadas para redução de espinhas e da acne:

tratamentos parar tirar espinhas1- Cicatricure

Entre os produtos que ganham maior destaque para problemas com espinhas, um deles é o famoso Cicatricure.

O principal foco do produto é, acima de tudo, diminuir as marcas causadas pelas espinhas e pela acne, principalmente aquelas cicatrizes. Por isso, para que o produto possa ser usado é necessários que as cicatrizes estejam bem cicatrizadas e não sejam tão recentes.

O cicatricure é indicado para diminuir marcas e cicatrizes em geral, mas se você quer um tratamento mais forte quanto a acne em geral, o mais recomendado é que você use o kit Cicatricure Dermoabrasivo.

2- Babosa

O aloe vera, ou simplesmente babosa, é uma das receitas caseiras com grande índice de eficiência.

Por sua composição rica, o aloe vera ajuda em diversas faces da acne. Com suas propriedades antibacterianas, a babosa diminui a vermelhidão do local e por conter lactato de magnésio ela também ajuda a aliviar a sensação de coceira causada pelas espinhas. Algumas dessas propriedades também matam as bactérias.

O recomendado é você usar enquanto dorme, entretanto não há problema nenhum em aplica-la durante o dia. Você também pode optar por uma máscara natural, onde você só precisa da babosa, mel e água de rosas para que se forme uma pasta. Aplique 3 vezes por semana por 20 minutos e você verá o resultado.

3- Limpeza de pele a vapor

O vapor é um dos métodos muito conhecidos para ajudar na eliminação das espinhas.

O método é simples, fique com seu rosto próximo de um recipiente com água bem quente e mantenha seu rosto perto do vapor, deixando que seu rosto todo fique em contato com o mesmo. Você pode esquentar alguma água ou fazer isso durante o banho.

É considerado um método eficiente porque o vapor ao entrar em contato com a pele abre os poros, fazendo com que a limpeza seja mais fácil. O ideal é que você use um esfoliante para passar na pele durante o procedimento, de preferência algum que seja indicado para sua pele e que você já tenha usado.

Depois, é só você tirar o esfoliante com água morna e lavar o rosto com água gelada para que os poros se fechem novamente. Repita o procedimento diariamente para uma maior garantia de eficácia.

Esse método também funciona para as famosas – e doloridas – espinhas internas.

4- Máscaras de argila

As máscaras de argila podem ser feitas em várias combinações: argila e água, argila e vinagre de maçã, ou argila, água e uma gota de mel.

Essas máscaras são ideais tanto para eliminar cravos quanto para remover a oleosidade da acne, diminuindo a mesma e protegendo a pele de bactérias.

O ideal é que você use a máscara uma vez por semana, não deixando mais do que 20 minutos, e é essencial que depois de cada utilização você hidrate sua pele com um creme adequado para que ela não resseque.

Lembre-se de fazer uma limpeza caprichada na pele com sabonete próprio para rosto antes de aplicar a máscara.

5- Algodão e água/chá preto quente

Esses dois métodos em compressas são muito famosos por conta da espinha interna.

Apesar de não haver estudos que comprovem que as compressas realmente ajudam, mas apesar de não ser provado se é o chá ou o calor que faz o efeito, algo que não passou despercebido é que o método realmente alivia os sintomas, como o inchado e a dor interna.

É bem simples, você só precisa pôr a água ou o chá para esquentar e com ele ainda quente (não fervendo) mergulhar um algodão, gaze, toalha ou o que desejar e depois aplicar sobre a espinha.

Aplique duas vezes por dia durante uma semana e os sintomas irão diminuir até que a espinha suma completamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *